Desocupação do Presídio Central será retomada na segunda-feira

26/09/2014

O Governo do Estado dará continuidade na segunda-feira (29) à retirada dos detentos do Presídio Central. A decisão foi tomada em reunião do governador em exercício, desembargador José Aquino Flôres de Camargo, e o secretário da Segurança Pública, Airton Michels, com juízes da Vara de Execuções Penais (VEC) de Porto Alegre, nesta sexta-feira (26) no Palácio Piratini. 


O objetivo é esvaziar o Pavilhão C para começar a demolição em 20 dias, a contar a partir de segunda. Serão transferidos cerca de 380 presos para Montenegro. Aquino ressaltou que houve consenso na decisão. "Alcançamos um objetivo muito importante, que é dar continuidade a essa política de desocupação e esvaziamento do Presídio Central, algo esperado pela sociedade gaúcha." 

A casa prisional tem 2.069 vagas e está com 3.994 presos nesta sexta-feira (26). Já foram transferidos 500 presos para Montenegro em junho. A intenção é terminar com a superlotação até o final deste ano. O Central chegou a abrigar 5,2 mil presos em novembro de 2010. Ao todo, a atual gestão criará 6.340 novas vagas entre o que já foi entregue e o previsto para inaugurar. 


Fonte: Texto: Assessoria SSP / Edição: Redação Secom 

Todos os direitos reservados à CODESUL.

Santa Catarina

http://www.sc.gov.br

Paraná- Foto: Joel Rocha

http://www.pr.gov.br

Mato Grosso do Sul- Foto: Chico Ribeiro

http://www.ms.gov.br

Rio Grande do Sul- Foto: Arquivo RS

http://www.rs.gov.br