Secretário de Infraestrutura vistoria obras em rodovias da Serra

30/09/2014

 

 

 

 

 

 

 

 

Esperadas com ansiedade pelos moradores da Serra Gaúcha, as obras do Contrato de Conserva, Restauro e Manutenção (Crema-Serra), que tratam da recuperação e manutenção de três rodovias estaduais da região, estão em pleno andamento. Um terço dos 238 quilômetros previstos já recebeu reparos. Nesta segunda-feira (29), o secretário de Infraestrutura e Logística, João Victor Domingues, visitou a região. 

Nova Prata foi a primeira parada da equipe. O objetivo foi vistoriar as obras, avaliar o andamento dos trabalhos e esclarecer dúvidas da população relacionadas ao Programa de Restauração e Manutenção de Rodovias da Serra desenvolvido pelo Governo do Estado. 

No km 55 da RSC-470, o secretário pode acompanhar o "quilômetro teste", do total de 10 quilômetros, que significa ajustes de parâmetros do projeto. A previsão para conclusão da obra é de dois a três meses. Os recursos destinados ao Crema-Serra, no total de R$ 130 milhões, vêm de uma composição financeira entre o Governo do Estado, BNDES e Banco Mundial. 

"Fizemos questão de estar na Serra para acompanhar o processo e esclarecer dúvidas dos moradores e lideranças desta região, que ficou pelo menos cinco anos sem ter sequer manutenção em suas rodovias, apesar de ser responsável por boa parte do PIB do nosso Estado. Estamos retomando o tempo perdido, com muita responsabilidade com os contratos, para evitar novos atrasos e garantir que a produção da Serra tenha seu escoamento assegurado", afirmou o titular da Seinfra. 

Na vistoria da RSC-470, que integra o Lote 2 do Crema-Serra, o secretário pode constatar que os 57,18 quilômetros do trecho, entre Nova Prata e Bento Gonçalves, receberam obras de restauração asfáltica, limpeza do acostamento, desobstrução, dispositivo de drenagem em sarjetas de concreto, sinalização vertical, roçada mecânica, limpeza e pintura de pontes e meio-fio, reparos na pista e recomposição de revestimento. 

Quanto ao Lote 1, trecho que envolve a ERS-324, as obras continuam com ritmo acelerado: são serviços de limpeza e conservação, roçada e pinturas na rodovia. 
Rota do Sol 

As obras de restauro da Rota do Sol, na ERS-453, em Caxias do Sul, já começaram no primeiro semestre deste ano, com a aplicação de uma nova tecnologia de pavimentação, conhecida como asfalto espuma. A obra faz parte do Crema-Serra, prevê investimentos de R$ 65,7 milhões no trecho de 52,92 quilômetros entre Caxias do Sul e Lajeado Grande e tem recursos do Banco Mundial. 

Trechos que integram o Crema-Serra 

Lote 1: Rodovias ERS-324 e RSC-470 
Trecho 1: ERS-324: Ent. ERS-129 (Guaporé) ao Ent. RSC-470 (Nova Prata).. São 43,32 km. 
Trecho 2: Ent. ERS-324 (Nova Prata) ao Ent. ERS-431 (São Valentim, do Sul). São 57,18 km.
Empresa: CSL - Construtora Sacchi S.A. 
Lote 2: Rodovias ERS-122 e RSC-453 
Trecho 1: Ent. ERS-437 (Antônio Prado) ao Ent. BR-116 (Campestre da Serra). São 42,24 km. 
Trecho 2: Ent. BR-116 ao Ent. ERS-476 (Lajeado Grande). São 95,16 km. 
Empresa: Traçado Construções e Serviços Ltda. 


Fonte: Texto: Anamaria Bessil / Foto: David Alves/Palácio Piratini / Edição: Redação Secom 

Todos os direitos reservados à CODESUL.

Santa Catarina

http://www.sc.gov.br

Paraná- Foto: Joel Rocha

http://www.pr.gov.br

Mato Grosso do Sul- Foto: Chico Ribeiro

http://www.ms.gov.br

Rio Grande do Sul- Foto: Arquivo RS

http://www.rs.gov.br